Como deixar de ser Reativo e ser Pró-ativo (um depoimento de vida)

A vida está sempre nos colocando em situações que testam nossa reação. Mas como nossa reação pode interferir no que nos acontece?

Existem basicamente duas formas de se reagir a uma causa: reativa ou pró-ativamente. Uma pessoa reativa, reage conforme estímulos externos. Sem conexão com a causa real ou efeito da mesma. Sente-se vítima do acaso e sem responsabilidade pelos acontecimentos. Busca culpados e sempre tem justificativas para seus atos. Aponta falhas alheias e vê empecilhos para suas realizações.

Uma pessoa Pró-ativa vê oportunidade nas adversidades pois assumiu para si a responsabilidade do que lhe acontece e aos outros indiretamente.  É a pessoa que reage com soluções, criatividade e positividade diante desafios da vida.

Resolvi escrever sobre este tema após ouvir uma mensagem que me fez refletir no que me aconteceu no ultimo sábado. Há dois anos meu filho e eu sofremos uma perseguição por parte de dois adolescentes que durou por mais de um ano. Entre ameaças, ataques e agressões, por várias vezes cheguei a sentir muita raiva e até revolta pelo que acontecia. Mas por mais absurda e injusta que fosse a ação desses adolescentes e por mais indignação que me causasse, o que permanecia era uma sensação de que existia uma razão maior para o que ocorria e que não deveria me sentir desamparada pois estava diante de uma oportunidade. Claro que na ocasião não entendia e nem fazia ideia de que oportunidade poderia ser, mas com o que sentia fui procurando seguir sem pelo menos, revidar em energia semelhante por vingança. Por muitas vezes ouvi as pessoas me tratarem com piedade como eu estivesse sofrendo uma infelicidade mas eu ainda acreditada que estavam enganados e que futuramente entenderíamos as reais razões de tudo.

Com muita luta consegui transferir meu filho para outro colégio, o que a princípio pareceu desvantagem por ser mais distante e longe dos amigos. No último sábado ele participou de um evento onde foi premiado com uma grande oportunidade de vida e onde percebi o excelente relacionamento que ele tem com a direção e professores desta escola, o que não ocorria na anterior. Além de vários outros benefícios que a a nova escola tem, dos novos amigos com mais afinidades, da fantástica chance que recebeu por estar lá, o que sobressai é a felicidade que essa mudança proporcionou. Hoje agradecemos a perseguição e principalmente a vibração que conseguimos mantes durante todo o processo para que sempre víssemos como uma benção o que parecia um infortúnio.

Percebi que a vida havia nos dado uma oportunidade de não sermos reativos às causas, de vislumbrarmos um novo melhor dentre uma situação conturbada e difícil. Por isso hoje, agradeço a chace de ter buscado uma solução que não prejudicasse outros, que fosse a mais tranquila possível, e repasso a experiência na intenção de que outras pessoas possam também colher os bons frutos que a vida nos oferta em todas as situações. Eles sempre estão lá, mas é preciso acertar o caminho e este não está no reativo amigos.

O Universo conspira sempre a nosso favor!

Deixe uma resposta