Como ter um Relacionamento que “Deu Certo”?

São muitas as pessoas que me procuram para ajudar a curar e superar os males de um término de relacionamento e uma das justificativas que mais escuto é: “meu(minha) parceiro(a) achou que não dava mais certo”. Mas o que significa “dar certo”?

Observando os aprendizados nos relacionamentos, como as pessoas aparecem nas nossas vidas e o que movimentam enquanto existe a convivência, pude notar que o conceito de “dar certo” é na maioria das vezes, mal utilizado. Para quem está de fora e principalmente na posição de terapeuta, é nítido que cada relacionamento vem com um aprendizado específico. Este aprendizado se não assimilado, pode sim se repetir em novos relacionamentos semelhantes e energia, comportamento e situações. Não é incomum vermos pessoas repetirem um padrão de relacionamento mesmo que este lhe faça mal e que a pessoa se queixe sempre, ainda acaba por conhecer outra pessoa muito parecida em personalidade, não é mesmo? Isso só reforça a teoria de que precisamos aprender algo com nossas convivências, pois também por várias vezes, vemos que quando essa mesma pessoa muda o padrão de pensamento, então passa a se relacionar com outro tipo de parceiro.

O que quero dizer com isso é que além de existir uma lição a ser aprendida que da razão e sentido ao tipo de situações que enfrentamos, também a necessidade dessas lições se extingue quando as entendemos, ou seja: todo relacionamento “deu certo”! Sim pois ele dura o tempo necessário. Cumpre a missão e com isso “deu certo”, sim. Não importa o tempo que tenha durado.

O que nos dificulta é não compreender esse fluxo natural da evolução. Quando compreendemos esses ensinamentos que vêm embutidos nos relacionamentos, quando entendemos que nesse fluxo sempre vamos ter o que estivermos precisando no do momento e que tudo e todos tem seu propósito na evolução, então percebemos que todo relacionamento “deu certo.

Portanto a melhor maneira de sentir esse dar certo, e até de prevenir contra conflitos e dissabores que provocam o término e a necessidade de outras experiências iguais, é seguir buscando compreender esse fluxo natural que nos impulsiona sempre na direção de nosso progresso e evolução. Se assim fizermos, podemos até agradecer nos momentos que reclamaríamos e termos momentos de felicidades prolongados e mais intensos…

Confia no comando, entenda o propósito, siga o fluxo e seja muito, mas muuuito feliz!

2 comentários em “Como ter um Relacionamento que “Deu Certo”?

Deixe uma resposta