Vamos falar de SEXO?

Independente de preferências, gêneros e cultura, o sexo faz parte da vida de todos, até dos que não praticam já que todos viemos do ato original. Mas como algo tão comum a  todos pode divergir tanto de opiniões, posturas e conceitos?

Várias são as formas de se relacionar sexualmente mas mais ainda, são as formas de se relacionar com o sexo em si. Para alguns uma fonte de prazer, para outros de pecado, para outros com função de procriar, para outro consequência de amar. E na verdade cada um tem sua razão. Mas quão grande seria a magnitude do sexo se encarado de forma a englobar todos estes atributos de maneira integral a ele? Praticamente formaríamos um Ser Divino. Uma força que surge do amor, capaz de gerar vida e ao mesmo tempo fonte de prazer e juventude (sim por que o sexo pode rejuvenescer se feito em determinada frequência vibracional), só poderia ser comparado a um Ser Divino, um Deus ou algo assim, não é mesmo? Pois crer e manifestar este Ser é despertar para um auto poder semelhante, e esta força tem mais esta função divina:  a de despertar poderes!

Movimentamos uma energia incomparável durante o sexo. Esta energia é gerada e experienciada sem uma direção superior na maioria das vezes, mas caso seja dada esta direção, esta energia gerada nos leva a algum ponto específico.

Dar uma direção superior é ligar a ação à frequências vibracionais mais elevadas. Fisicamente temos um caminho de percurso energético que conduz ao ponto de elevação que esta força pode nos levar. Este caminho se dá pelos sete principais chacras partindo do chacra básico onde somos estimulados sexualmente. Na grande maioria das vezes, direcionamos esta energia sexual a níveis inferiores fazendo com que esta força não nos eleve ao objetivo superior e ainda nos prenda a estes níveis inferiores com conexões densas e negativas. Porém se esta energia é direcionada a níveis superiores por este caminho dos campos de energia que são os chacras, ela chega ao chacra da coroa resultando num despertar de consciência.

Produzimos esta energia, temos este mecanismo a nossa disposição, e não dar esta direção superior é uma questão de escolha. Escolha que geralmente fazemos por pré dedução e mau julgamento quando achamos ser mais prazeroso o que está distante de energias elevadas. Primeiro deveríamos quebrar o conceito criado por repressões religiosas de que o que vem do Alto, de Deus ou qualquer nomenclatura que queira dar à forças superiores, é contra o prazer. Isto é crer que o que vem de baixo é melhor em algum aspecto. É também achar que a evolução ou planos superiores é de alguma forma um prejuízo. Este é um dos maiores enganos que derrubam buscadores. Seguir preceitos, condutas e padrões religiosos que não incluem um sexo religioso, faz com que este passe a agir no plano inferior e por onde se pode facilmente cair em energia.

Somente algo Divino dentro do plano do Criador poderia estar ligado a tantas manifestações de Deus como a geração, o amor e a felicidade do prazer.

Como mudar essa direção? Ahh ai já é assunto para outro post, só posso adiantar que o amor é a força que puxa a energia sexual do básico para subir o caminha da Kundalini até a coroa desperta.

Bons estudos amigos!

2 comentários em “Vamos falar de SEXO?

  1. Não entendi o que quer perguntar exatamente. Poderia reformular a pergunta?

Deixe uma resposta